Home Notícias Vereadora quer proibir que estabelecimentos façam apologia ao feminicídio

Vereadora quer proibir que estabelecimentos façam apologia ao feminicídio

1 min read
0
0
181

A vereadora Rogéria Santos (PRB) apresentou um projeto de lei, na Câmara Municipal de Salvador (CMS), com o objetivo de proibir que estabelecimentos como restaurantes, bares, motéis e pousadas façam apologia ou incentivem o feminicídio – que é quando uma mulher morre por questões de gênero.

De acordo com a matéria, que pode ser acessada clicando aqui, quem descumprir a norma, caso esta seja aprovada, será multado no valor de R$ 5 mil e poderá perder o alvará de funcionamento em caso de reincidência.

O texto, no entanto, não esclarece de que forma as empresas citadas podem incentivar o feminicídio, limitando-se a citar que “os feminicídios são considerados mortes evitáveis” e que “esse bárbaro crime deve ser combatido por toda a sociedade e é inadmissível que nos locais indicados, nos dias de hoje, ainda haja apologia, incentivo, mediação ou favorecimento ao feminicídio”.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Homem invade Igreja no Rio Vermelho e é conduzido à delegacia

Um homem acusado de invadir a Igreja de Santana, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, f…