Home Notícias UPA da Cidade Baixa será inaugurada em maio e será a maior do Norte/Nordeste

UPA da Cidade Baixa será inaugurada em maio e será a maior do Norte/Nordeste

4 min read
0
0
149

A nova UPA da Cidade Baixa será inaugurada em maio deste ano. A informação foi divulgada pelo prefeito ACM Neto, nesta sexta-feira (17), em entrevista à TV Bahia. A unidade, que teve a ordem de serviço assinada em abril e já está com 65% das obras prontas, vai realizar 450 atendimentos de urgência e emergência por dia e será a maior da cidade e também do Norte/Nordeste. Por mês, serão cerca de 3,5 mil atendimentos, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A proposta é que a unidade ofereça atendimento de urgência e emergência 24 horas à população de toda a região. A unidade de saúde está sendo erguida na Avenida Dendezeiros, em um estacionamento localizado em frente ao Hospital Irmã Dulce, que não atende casos de urgência. Uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também será instalada no local.

A escolha do local da UPA tem ligação direta com o fechamento de duas unidades administradas pelo Governo do Estado, em Roma e Escada, no Subúrbio Ferroviário, no ano de 2016. A previsão inicial era de que o equipamento custasse R$ 6,5 milhões aos cofres da prefeitura, sendo R$ 1,5 milhão só em equipamentos.

O espaço terá um total de 26 leitos e sete consultórios, sendo um odontológico, com atendimento para o público feminino, masculino e infantil. A unidade é um equipamento classificado como tipo III, ou seja, com capacidade superior às outras nove unidades sob a administração da prefeitura, em Salvador, e que envolve áreas de isolamento. Os padrões de cada tipo estão estabelecidos em portarias do Ministério da Saúde.

Os ambientes serão distribuídos em quatro áreas de reanimação, 24 de observação (masculino e feminino), sendo cinco pediátricos, além de três isolamentos. Em outras duas salas serão montadas uma área de inaloterapia –  adulto e pediátrico -, duas de administração de medicamentos adulto e pediátrico, além de espaços de raio-x, eletrocardiograma, sala de pequenos procedimentos, serviço social, farmácia satélite, laboratório e almoxarifado.

Haverá ainda laboratório, central de material esterilizado, sala de classificação de risco, sala de reanimação, além de recepção, salas de espera, áreas administrativas, vestiários, depósito de material de limpeza e almoxarifado.

Uma equipe multiprofissional e interdisciplinar, composta por médicos, enfermeiros, dentistas e outros profissionais da área, realizará os atendimentos de medicina-clínica, pediátrica, ortopédica, odontológica, enfermagem, serviço social, nutrição, farmácia, e apoio diagnóstico.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Metade das cirurgias cardíacas em crianças na Bahia foi realizada pelo Martagão

O Hospital Martagão Gesteira foi responsável por metade (50%) das cirurgias cardíacas real…