Home Destaques do Dia Suposto hacker do STJ é identificado; criminoso deixou mensagem

Suposto hacker do STJ é identificado; criminoso deixou mensagem

2 min read
0
0
74

O sistema do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi hackeado na terça-feira (3) e todas as sessões de julgamento foram suspensas até que a segurança do sistema fosse reestabelecida. Durante live na quinta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou que o hacker já foi identificado.

De acordo com o portal “O Bastidor”, o hacker criptografou todo o acervo de processos da corte, além de dados e sistemas que estavam no servidor. Os arquivos do STJ, segundo o site, foram bloqueados e ficaram indisponíveis. Com isso, o crime foi considerado o mais grave ataque digital cometido contra um órgão de estado do país.

O autor do crime ainda pediu um resgate de tudo que foi criptografado e deixou a mensagem “#EstuproCulposo”, se referindo ao caso da blogueira Mariana Ferrer

Na quinta-feira (5), Bolsonaro e o diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, garantiu que o hacker foi identificado.

“Sobre o hackeamento do acervo do STJ: alguém entrou, pegou tudo, guardou e pediu resgate. É o Brasil. A Polícia Federal entrou em ação imediatamente, tive informações do diretor-geral da PF [Rolando Alexandre de Souza]. Já descobriram quem é o hackeador. O cara hackeou e não conseguiu ficar duas horas escondido?”, disse o presidente.

.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Destaques do Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Brasil segue invicto nas eliminatórias após vencer Uruguai fora de casa

A Seleção Brasileira segue invicta nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Nesta terça…