Home Bahia Sem verba, organizadores da Parada do Orgulho LGBT da Bahia fazem “vaquinha” online

Sem verba, organizadores da Parada do Orgulho LGBT da Bahia fazem “vaquinha” online

3 min read
0
0
229

Grupo Gay da Bahia (GGB) lançou uma “vaquinha” online para arrecadar dinheiro para realizar as atividades operacionais da 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, no dia 9 de setembro, em Salvador. Na página em que pede a contribuição, os organizadores explicam que a festa já se tornou tradição, mas que não é fácil fazer um evento que reúne cerca de 800 mil pessoas na cidade. O objetivo do financiamento coletivo, criado na sexta-feira (3) e com encerramento no dia 30 de setembro, é arrecadar R$ 55 mil.

“Mesmo que seja um momento que além de levantar as nossas bandeiras, ativa cadeias econômicas e produtivas, faz o dinheiro circular de um lugar para o outro mesmo assim existe muita dificuldade em levantar patrocínios para a sua realização. Veja esse exemplo se no mínimo 800 mil pessoas consumam cada uma R$ 35,00 (Trinta e cinco reais) soma-se a quantia de R$ 28.000,000,00 (vinte e oito milhões) que sai de uma mão e vai para outra. A dificuldade em levantar patrocínio vem de todos os setores, órgãos públicos e empresas privadas”, afirma a organização.

Este ano, o tema escolhido é o Abraço a diversidade. “Abrace a causa fazendo uma contribuição. Seja Voluntário do Abraço no dia do evento. Por favor, ajude com qualquer quantia! Tudo, tudo está muito difícil!”.

Para contribuir basta clicar no link.

Este é o segundo ano que a organização do evento faz uma vaquinha online. Em 2017, também foi realizado o financiamento coletivo para promover as ações da VI Semana da Diversidade e a 16ª edição da Parada do Orgulho LGBT da Bahia.

Na edição de 2016, a prefeitura de Salvador, que apoiou edições anteriores, liberou R$ 110 mil para a organização da festa.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Neto cogita que educação infantil possa não retornar neste ano.

Em uma coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (10) o prefeito ACM Neto, falou sob…