Home Notícias Salvador pode ter epidemia de dengue, zika e chikungunya, diz estudo

Salvador pode ter epidemia de dengue, zika e chikungunya, diz estudo

2 min read
0
0
168

Um levantamento realizado pelo Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAa), pela Secretaria de Saúde de Salvador (SMS), mostrou que Salvador precisa estar em alerta para uma possível epidemia de arboviroses como dengue, zika e chikungunya. A informação foi divulgada pela SMS nesta quinta-feira (23), no entanto, o estudo foi realizado entre 3 e 7 de julho.

Conforme a Secretaria, o estudo apontou que o Índice de Infestação Predial (IIP) na capital da Bahia é de 2,6%. Neste caso, a cada 100 imóveis visitados, cerca de três apresentaram focos do mosquito. Em abril deste ano, o indicador apontou 2,7%. O número de bairros de Salvador com índice igual ou menor a 1%, o que é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), aumentou.

A Secretaria ainda explicou que 28, das 160 localidades da capital, não correm risco da epidemia. Em abril eram 26 locais. O número de bairros com alto risco endêmico também reduziu em relação ao outro levantamento, passando de 33 para 23 localidades com indicador acima de 4%.

Maiores índices de infestação: Lagoa da Paixão (9,7%), Mata Escura (6,5%), Fazenda Coutos (6,0%), Vista Alegre (5,5%), São João do Cabrito e Lobato (5,0%).

Menores índices de infestação: Engomadeira, Cosme de Farias, Matatu, Brotas, Vila Laura e Cajazeiras, com indicadores entre 0% e 0,7%.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Taxista e passageiro são mortos a tiros no bairro da Calçada

Um taxista e um passageiro foram mortos a tiros na noite da quarta-feira (21) na Calçada. …