Home Notícias Processo que pode cassar Lúcio Vieira Lima de ser concluído até julho

Processo que pode cassar Lúcio Vieira Lima de ser concluído até julho

3 min read
0
0
229

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), disse que espera concluir até o recesso parlamentar, em julho, os processos que podem levar à cassação dos deputados Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), Paulo Maluf (PP-SP), Celso Jacob (PMDB-RJ) e João Rodrigues (PSD-SC). Os últimos três cumprem pena de prisão. o baiano, irmão do ex-ministro Geddel é o único que ainda está em liberdade.

Nesta terça-feira (27), o colegiado tem reunião marcada para a instaurar as investigações disciplinares. Embora o Código de Ética estabeleça um prazo de 90 dias úteis para a tramitação no Conselho de Ética, um processo no colegiado pode se arrastar por vários meses.

Até agora, o caso mais emblemático foi o do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que levou quase 8 meses só no colegiado. Reviravoltas no processo, como a troca do relator e o cancelamento da votação do parecer preliminar, atrasaram o andamento.

O deputado bianao Lúcio Vieira será investigado por quebra de decoro parlamentar no caso que envolve as malas com R$ 51 milhões encontradas pela Polícia Federal (PF) em Salvador. O dinheiro estava em um imóvel atribuído a Lúcio e ao irmão, o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Os partidos PSOL e Rede, autores da representação, pedem a cassação do mandato do parlamentar.

Em dezembro, a Procuradoria-Geral da República também denunciou Lúcio Vieira Lima, Geddel Vieira Lima, e outras quatro pessoas ao Supremo Tribunal Federal (STF) por lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Enfermeira é a primeira pessoa a receber a vacina contra a Covid-19 na Bahia: ‘Me sinto honrada’

Sob os olhos da imagem de Santa Dulce dos Pobres, a enfermeira Maria Angélica de Carvalho …