Home Notícias Pais de 2 mil alunos protestam contra fim do Colégio de Órfãos, que pode virar hotel

Pais de 2 mil alunos protestam contra fim do Colégio de Órfãos, que pode virar hotel

4 min read
0
0
167

Pais e funcionários do Colégio de Órfãos de São Joaquim, localizado na avenida Jequitaia, fizeram um protesto na tarde desta quarta-feira (04) contra o fechamento da instituição, anunciado pelos proprietários da mesma nesta semana.

A instituição atende cerca de 2200 alunos especiais. É filantrópica, ou seja, não possui fins lucrativos e atende muitos filhos de comerciantes, de acordo com os pais.

O comentário é que o local vai ser desativado para a construção de um hotel. Os pais dos 2200 alunos foram informados devem procurar por conta própria outra instituição, já que o local deve encerrar no final deste ano. Segundo funcionários, já tem no interior camas de hotel, que não fazem parte do acervo acadêmico.

A instituição tem um trabalho há décadas com crianças especiais, como microcefalos, hiperativos, dentre outros.

“Há um plano de desativação em execução. A instituição faz trabalho de ecoterapia, com animais. Os animais já foram retirados”, disse um dos manifestantes. Segundo os pais, a farda vai ser reduzida a uma bermuda e uma camiseta e o provedor que acabar com aulas de educação física, alegando que as crianças não precisam disso. “Quer acabar também com o espaço recreativo, alegando que criança tem que jogar bola na rua”, acrescentou.

Vários pais foram ao Ministério Público estadual a fim de entrar com uma ação contra o fechamento e o órgão recomendou que a ação fosse conjunta. Pais e funcionários estão com datas marcadas para depor sobre o caso.

Uma mãe, que não pode ser identificada, está aflita com a situação. O filho dela é aluno do local há 4 anos. Ele era hiperativo e na instituição o problema reduziu bastante: “Não sei como contar sobre essa situação para ele.”

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia informou ao VN que a unidade é uma instituição privada, “autorizada para funcionamento através da resolução no Conselho Estadual de Educação no 44”. O VN não conseguiu contato com os responsáveis pelo colégio.

Fonte:VN

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Jovem é morto a tiros no bairro do Engenho Velho de Brotas

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros na noite desta terça-feira, 20, na rua Almirante Alv…