Home Notícias Maio Amarelo: trechos do Bonfim e de Patamares terão velocidade de 30 km/h

Maio Amarelo: trechos do Bonfim e de Patamares terão velocidade de 30 km/h

8 min read
0
0
148

As regiões do entorno da Igreja do Bonfim e na área do Greenvile, em Patamares, passarão a ter velocidade de 30 km/h, por conta de um novo projeto de trânsito adotado pela prefeitura de Salvador.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 5, no lançamento das ações da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) para o Maio Amarelo, campanha que tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade sobre a segurança viária.

Entre as novidades, está um novo conceito de tráfego similar ao Trânsito Calmo, o Zona 30, que vai começar em trechos do Bonfim e de Patamares.

O prefeito lembrou que em 2011 uma ação de conscientização da ONU propôs meta de redução nos acidentes de trabalho – reduzir em 50% o número de vítimas fatais no trânsito das cidades, em prazo de 10 anos.

“Graças a todo o trabalho que foi feito em Salvador nos últimos anos, conseguimos alcançar essa meta ainda em 2018, conseguindo inclusive reconhecimento internacional – hoje a Fundação Bloomberg, de Nova Iorque, é parceira de nossa cidade em diversas iniciativas. Mas podemos avançar, reduzindo ainda mais a mortalidade em nossa cidade, por isso essa série de iniciativas este mês”, acredita.

A programação foi feita de maneira a mostrar à população a importância das iniciativas para reduzir acidentes. As ações incluem fiscalização, engenharia de tráfego e educação de trânsito.

Outra novidade anunciada é a implantação de um novo conceito de engenharia de tráfego em Salvador: o Zona 30. Criado na Alemanha e adotado por vários países e capitais brasileiras, esse novo planejamento busca delimitar áreas urbanas mais seguras para pedestres e ciclistas, limitando velocidade dos carros a 30 km/h.

A prefeitura diz que cidades que usaram esse conceito tiveram diminuíção nas vítimas de acidente de trânsito. Na capital baiana, um projeto semelhante já vinha sendo usado – o Trânsito Calmo, que foi implantado na Pituba, Barra e Rio Vermelho.

Já o Zona 30 será usado em um primeiro momento no entorno da Igreja do Bonfim e na área do Greenvile, em Patamares. Depois, deve ser levado para outros pontos.

Curso para atualização de motociclistas

No início do mês, a Transalvador oferece um curso de atualização para pilotagem segura para mototaxistas e motofretistas. Ele faz parte do programa “Viva na Moto”, que é mantido de maneira permanente pela autarquia.

Segundo a Transalvador, a frota de motos da cidade aumentou em 50% de 2013 a 2020 e já ultrapassa a marca de 150 mil. Por conta disso, a prefeitura também vai lançar uma campanha de publicidade específica para conscientização dos motociclistas.

Os dados da Transalvador mostram de janeiro a março deste ano 485 vítimas de acidentes envolvendo motos – redução de 14,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse ano, 15 motociclistas morreram no trânsito e 363 ficaram feridos – no ano passado, foram 12 mortes e 436 feridos.

Mais ações para educação no trânsito

Além do curso para motociclistas, a Transalvador vai ofertar ações educativas para estudantes e palestras para profissionais. O projeto “Condutores do Futuro”, realizado pela Gerência de Educação para o Trânsito (Gedut), vai levar educação para o trânsito para as escolas de Salvador. Serão encontros virtuais para tratar de conceitos básicos de convivência harmônica no trânsito.

Haverá também palestras, dentro do programa “Condutor Cidadão”, em empresas e órgãos públicos. Nestas oportunidades serão abordadas atualizações legislativas, práticas responsáveis na direção e conduta defensiva. Material educativo será entregue em lojas de autopeças e autoescolas.

Ainda neste mês, será realizado o colóquio do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PnaTrans) e uma sessão técnica para todos que integram o Programa Vida no Trânsito de Salvador (PVT).

“O movimento Maio Amarelo deste ano vai promover reflexões sobre atitudes importantes para o respeito e serenidade no trânsito. Afinal, ‘no trânsito, sua responsabilidade salva vidas’, como nos lembra o mote da campanha deste ano”, explica Mirian Bastos, gerente de Educação para o Trânsito (Gedut) e coordenadora do Comitê Vida no Trânsito de Salvador.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Salvador vai realizar mutirão de vacinação da 2ª dose da CoronaVac

Com a chegada de cerca de 25 mil novas doses da CoronaVac em Salvador, prevista para esta …