Home Esportes Jogadores do Bahia criticam ‘falta de apoio’ durante empate contra o Atlético Mineiro

Jogadores do Bahia criticam ‘falta de apoio’ durante empate contra o Atlético Mineiro

3 min read
0
0
207

Entre apoios e protestos, o Bahia ficou no empate contra o Atlético Mineiro por 1 a 1 na última quarta-feira (27), na Arena Fonte Nova, pela 35ª rodada do Brasileirão. Autor do gol que igualou o placar, o atacante Élber criticou a postura da torcida do Bahia durante o confronto.

“A gente infelizmente em um erro nosso tomamos o gol. Não era o resultado que a gente queria. Com a torcida jogando ao nosso favor já é difícil. Eles não apoiaram e fica mais difícil ainda. Com eles sendo nosso 12º jogador, ficamos mais próximos do triunfo”, lamentou, em entrevista concedida à Rádio Metrópole.

Já o atacante o Fernandão relembrou que a equipe está não está lutando contra o rebaixamento e avaliou que ao grupo conseguiu manter a calma, apesar dos protestos.

“Fizemos um belo primeiro tempo, o time marcou muito, jogou. Mesmo a torcida vaiando, a gente teve a tranquilidade de continuar com a bola. Porque, se for na ansiedade do torcedor, é uma bosta. Mas a gente manteve a tranquilidade e jogou. A gente não está conseguindo segurar o resultado. Umas falhas bobas. São nove jogos sem ganhar, mas fizemos um puta de um campeonato. O Bahia está de parabéns, os jogadores, comissão. Não estamos brigando por rebaixamento. Brigamos pela Libertadores. Pode não ser esse ano, mas pode ser no próximo ano. Vamos manter a cabeça tranquila e terminar da melhor forma, para, quem sabe no próximo ano, conseguir o objetivo que a gente quer. Tem que levantar a cabeça. Torcida é isso, 99% emoção, 1% é razão. A gente tem que manter a cabeça tranquila e continuar trabalhando”, desabafou, ao canal Premiere.

Com o resultado, o Bahia permaneceu na 10ª colocação do Campeonato Brasileiro. O Tricolor acumula 45 pontos em 35 jogos da competição.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Entre os dias 8 e 17 de janeiro, os soteropolitanos vão celebrar uma das maiores festas re…