Home Destaques do Dia Homem joga ácido no corpo da ex-namorada que tem 30% o seu corpo queimado.

Homem joga ácido no corpo da ex-namorada que tem 30% o seu corpo queimado.

3 min read
0
0
97

O vestígio da barbárie ainda estava no asfalto. Misturado à terra, o que sobrou da roupa ainda trazia fios de cabelos e fragmentos da pele da cuidadora de idosos Eliana Teixeira Santos, 41 anos. Ela teve 30% do corpo queima por ácido jogado pelo ex-namorado nesta segunda-feira (10), no bairro de Itapuã, em Salvador.

O acusado, que não teve o nome informado, insistia para reatar a relação, finalizada há pouco mais de seis meses. Eliana teve queimaduras no rosto, pescoço, tórax e braços. Ela está internada no Hospital Geral do Estado (HGE). O estado de saúde dela grave.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Deam/Brotas investiga o caso. “Foram expedidas guias de exames de lesões corporais e familiares estão sendo ouvidos na unidade”, diz nota.

O suspeito foi preso nesta terça-feira (11) por policiais militares no bairro de Valéria. Ele está sendo ouvido na Deam de Brotas. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime e poderá responder por tentativa de feminicídio.

Segundo parentes de Eliana, a cuidadora de idosos pôs fim no relacionamento assim que descobriu que o ex é um traficante de drogas. “A partir daí, ela não quis mais ele, porque ela é uma pessoa honesta, não gosta de coisas erradas. Ele traficava e tinha fixação por Eliana. Ela agora está em estado grave”, declarou o padrasto dela, o segurança Nilton Barbosa da Silva, 50.

Ataque
Eliana morava com a mãe e o padrasto numa casa na Rua Mandacaru, no bairro de Itapuã. Ela tinha medo do ex-namorado – ele já indo ido atrás dela duas vezes na casa mãe.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Destaques do Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Traficante conhecido como gringo é preso no Rio

O carioca Matheus Fernandes Ferreira era conhecido com “Gringo” entre os trafi…