Home Bahia Guto fala sobre impor seu jogo contra a Juazeirense e o que espera da torcida na Fonte Nova

Guto fala sobre impor seu jogo contra a Juazeirense e o que espera da torcida na Fonte Nova

5 min read
0
0
164

Na tarde desta sexta-feira (23) o elenco do Bahia participou de mais um treinamento de olho na segunda partida da semifinal do Baianão, contra a equipe da Juazeirense, que acontece às 16h do próximo domingo (25), na Arena Fonte Nova. Antes das atividades, o técnico Guto Ferreira conversou com a imprensa.

Diante do cenário da última partida em Salvador, onde o tricolor vencer o Altos por 5 a 2, e os torcedores chegaram a vaiar o apoio dos atletas ao treinador, Guto falou se espera uma atmosfera diferente nessa próxima partida e revelou que o grupo tem crescido com essas cobranças.

“Não sei. Cada jogo é uma história, cada momento é um momento. Passa muito pelo desempenho da equipe, pelas dificuldades que a equipe vai tendo e como a equipe vai superando. Mas eu posso dizer que esses momentos têm criado no Guto e na equipe algumas “cascas” bastante importantes para suportar situações, para conseguir valorizar as coisas boas que a gente tem, e através delas e reverter em coisas boas dentro do campo para o Bahia. Eu acho que tudo isso é aprendizado”, afirmou o comandante.

Sobre a possibilidade de utilizar Edigar Junio como centroavante, o técnico fez mistério, mas ressaltou que o crescimento de produção do jogador se dá pela evolução física dele.

“Mistério… O Edigar tem conceitos de jogo bastante importantes, que o permitem, quando joga nesta função, fazer jogos do jeito que fez no ano passado e já fez esse ano. Agora é aquela coisa, preparação e momentos, da equipe e de Edigar. A gente vinha comentando que é muito fácil falar agora, mas quem conversa no dia a dia com a gente já comentava que, contra a Juazeirense, o Edigar tinha crescido no aspecto físico e ele estava conseguindo executar jogadas que a gente ainda não tinha enxergado esse ano. Então, tá começando a clarear o jogo dele, eu acho que ficou bem notório nessa partida agora”, justificou.

Por fim, depois de enfrentar a Juazeirense em duas oportunidades, no Adauto Moraes, onde se reclamou bastante do gramado, o treinador falou sobre o que espera do adversário, neste domingo, atuando no bom gramado da Fonte.

“É uma incógnita. Eles, no início da competição, fizeram um jogo contra o rival muito bom empataram dentro do estádio do rival. E nós, nas duas vezes que jogamos, nós jogamos lá no campo deles, nas condições deles. Eu acho que agora, nas nossas condições, que nós estamos mais acostumados do que eles, nós temos que nos impor, porque se a gente não conseguir, tudo o que foi questionado, que foi reclamado, perde o seu valor. Eles vão ter que superar o lado deles e nós vamos ter que impor o nosso lado”, declarou Guto.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Taxista e passageiro são mortos a tiros no bairro da Calçada

Um taxista e um passageiro foram mortos a tiros na noite da quarta-feira (21) na Calçada. …