Home Destaques do Dia Gás natural “é caro e precisa ter preço competitivo”, diz Armando Avena

Gás natural “é caro e precisa ter preço competitivo”, diz Armando Avena

2 min read
0
0
196

O Wish Hotel da Bahia sedia, na manhã desta quarta-feira, 27, o Simpósio Regulação e Competitividade no Novo Mercado de Gás. O evento é organizado pelo Grupo A TARDE e pela Comissão Especial de Energia da Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB).

O economista Armando Avena abriu o encontro com sua palestra que tratou dos gargalos no setor do gás natural na Bahia.

Avena frisa que o gás natural é o principal insumo do Pólo Petroquímico, mas “é caro e precisa ter preço competitivo”.

Em seguida, o secretário estadual da Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, concordou com Avena.

“O governo comunga dessa ideia de que o gás natural precisa de um preço competitivo”, disse Cavalcanti, que representa o governador Rui Costa no evento.

Ao longo do evento, os participantes debaterão questões como a falta de regras claras para o setor e de políticas públicas visando à criação e ampliação da infraestrutura, além da malha de gasodutos insuficiente e a descentralização dos processos de transporte e distribuição.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Destaques do Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Entre os dias 8 e 17 de janeiro, os soteropolitanos vão celebrar uma das maiores festas re…