Home Cultura Fanático se utiliza do nome de Deus para vandalizar busto de “Irmã Gilda”

Fanático se utiliza do nome de Deus para vandalizar busto de “Irmã Gilda”

2 min read
0
0
25

O busto que homenageia a ialorixá Gildásia dos Santos e Santos, a Mãe Gilda de Ogum, foi vandalizado na quarta-feira (15), no Parque do Abaeté, no bairro de Itapuã, em Salvador. A filha de Gilda, a Ialorixá Jaciara Ribeiro, denunciou o ato de intolerância religiosa nas redes sociais. Em um vídeo, ela protestou contra o ataque.

“Eu estou aqui no busto de mãe Gilda. Eu recebi uma ligação da gestora dizendo que um homem veio aqui, depredou e quebrou tudo. Ele foi algemado, a polícia está aqui. Em um momento de pandemia, com tanta dificuldade, o busto de mãe Gilda é depredado. Ele disse que foi ‘a mando de Deus’. Que Deus é esse? São 21 anos da morte de Mãe Gilda e ainda assim esse ódio religioso não acaba”, lamentou.

Esta não é a primeira vez que o monumento é alvo de vandalismo. Em 2016, o busto foi atacado quando passava por uma reforma. Mãe Gilda morreu em 2000, após sofrer um infarto decorrente de uma série de violências e difamações contra ela e os filhos de santo.

A ialorixá fundou o Terreiro de Candomblé Ilê Axé Abassá de Ogum, nas imediações da Lagoa do Abaeté, em Itapuã, no ano de 1988. Mãe Gilda ainda foi ativista social e teve participação forte em ações que pediam melhorias do bairro de Nova Brasília de Itapuã.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por Pedro Silveira Leite
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Drogas por Sedex. Esquema de tráfico é desmontado no sudoeste do Estado

Um esquema de recebimento de drogas através do serviço de Sedex dos Correios foi desmontad…