Home Brasil Brasileira fará final inédita nos Jogos Olímpicos de Inverno

Brasileira fará final inédita nos Jogos Olímpicos de Inverno

4 min read
0
0
186

Pela primeira vez na história uma patinadora sul-americana avançou para a final da patinação artística invidual nos Jogos Olímpicos de Inverno. O feito em PyeongChang foi de Isadora Williams, representante do Brasil, na madrugada desta quarta-feira.

Isadora, contudo, não é bem uma patinadora sul-americana. Nascida em Marietta, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos. Sua ligação com o Brasil vem de sua mãe Alexa, uma mineira que foi para Nova York para estudar moda, casou-se com um norte-americano e ficou por lá.

Mesmo tendo visitado o Brasil poucas vezes, disse aos pais, ainda criança, que queria defender o país. “Minha mãe brincou comigo de um dia eu representar o Brasil e eu pensei ‘ok’. Quando fiz o salto duplo axel, que é muito difícil, pensei que era uma oportunidade de representar o país da minha mãe e dar um esporte novo aos brasileiros”, disse em entrevista ao espnW.

Apesar de representar o Brasil, a patinadora tem dificuldades em falar português. Sua mãe lhe ensinou um pouco, e ela contou com aulas particulares para tentar compreender mais o idioma. Mesmo assim, ela sempre fez questão de dizer que gostava da música brasileira.

Esta é a segunda vez que a patinadora representa o Brasil nos Jogos de Inverno. Em 2014 ela foi a primeira sul-americana a participar da prova, e teve que fazer uma campanha de arrecadação para conseguir para os Jogos de Sochi, já que a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) não estava recebendo recursos do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) devido à uma briga política.

Naquela ocasião, Isadora, que se classificou após uma medalha de bronze no Golden Spin de Zagreb, ficou longe da vaga para a final, terminando na 30ª, e última, colocação.

Desta vez, a história foi diferente. Isadora não participou da cerimônia de abertura dos Jogos, já que decidiu permanecer em Nova Jersey, treinando, para viajar apenas no dia 14 de fevereiro. A escolha parece ter funcionado.

Ela foi a segunda patinadora a se apresentar nesta noite e, ao som de Hallelujah, interpretada por K.D.Lang, levou 29.83 nos elementos técnicos e 25.91 nos elementos artísticos.

Os 55,74 pontos foram suficientes para Isadora Williams garantir uma vaga na decisão com a 17ª posição. A final acontece na noite da quinta-feira no Brasil (manhã da sexta-feira na Coreia do Sul).

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar Mais Por projetus
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vejam também

Jovem é morto a tiros no bairro do Engenho Velho de Brotas

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros na noite desta terça-feira, 20, na rua Almirante Alv…